FALE COM JUSSARA (32) 99987.7007

Os opostos se atraem Quanto é rica a oportunidade de aprender a respeitar a beleza por detrás do comportamento alheio

Publicado por: Comentário: 0

É o máximo, presente de Deus mesmo, receber em nossa vida alguém para compartilhar, cujas características de personalidade sejam completamente diferentes das nossas.

Que riqueza poder complementar nossos dias com experiências diversas onde a graça é anunciada a cada surpresa sobre o fascinante mundo desconhecido do outro.

Quanto é rica a oportunidade de aprender a respeitar a beleza por detrás do comportamento alheio que vem passeando ao nosso encontro e dizendo pra nós que sabemos muito pouco, que sabemos apenas o que nos foi ensinado e que existem outras maneiras de se fazer isto ou aquilo, como escovar os dentes ou estender os lençóis.

Como é saudável entender as singularidades e admirar o jeito de cada um sem o desgaste de tentar implantar maneiras próprias a quem já tem a sua própria maneira de ser. Como ganhamos com isto em alegrias, em tempo para viver em paz. Como ganhamos com isto ao sentir o prazer de sermos vistos como alguém que veio para somar muito antes de tirar ou acrescentar algo à vida de alguém.

É muito possível viver assim. É completamente possível casais se entenderem melhor e compartilharem em paz o amor que desejam sentir. É perfeitamente possível um falar e o outro ouvir, perguntar e responder, pedir e atender, não julgar e compreender, dividir e não dominar.

O tempo, o lugar, a circunstância a colaborarem antes de serem contestados.

O crescimento pessoal, a polidez possível ainda que tardiamente – ninguém nasce sabendo – a disposição em ser gentil.

O aprimoramento sexual de cada um através da troca de experiências antes de qualquer critica e em favor da felicidade do outro. A espera amorosa pelo tempo de amar que vai muito alem de usar o parceiro como objeto de prazer volátil. O sexo visto como fonte de força para solidificar o desejo de seguirem juntos, compartilhando uma vida.

É Natal. Se dê de presente a postura do homem de bem.

Boas festas!

Paz é um estado de diferenciação sem dominação, no qual o diferente é compartido. Adorno

Este artigo também é publicado no portal ACESSA.COM

»

COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*

Outros Artigos