Um pouquinho do universo deles

Foto: Elias Sch. Atigo "Um pouquinho do universo deles", por Jussara Hadadd

Achamos que sabemos tudo sobre os homens! Endeusamo-nos, nos vitimamos, cobramos carinho e atenção, criticamos a insensibilidade masculina quanto aos nossos desejos e anseios, mas… E eles, como se sentem diante de nós? Como reagem aos nossos impulsos sexuais, quais são seus temores, do que eles gostam?

Você conhece o seu amor o suficiente para não causar nele, a cada encontro de vocês, uma decepção? Você seria capaz de reconhecer os motivos que o levam a não querer sexo naquele momento e compreender isto? E mais, a ajudá-lo a superar suas angústias, tristezas e ansiedades? Você seria capaz de entender e realizar as fantasias do seu amado? Você as conhece? Foi atenta o suficiente para sabê-las sem nunca tê-lo constrangido com perguntinhas indiscretas? Você sabe quando ficar calada é a melhor coisa a se fazer?

Pensando nestas questões, preparei algumas dicas que poderão ajudá-la a lidar com os homens, estes seres tão complexos e frágeis, o qual a maioria de nós classifica como um grande problema, sobre o qual gastamos horas das nossas vidas desabafando com as amigas. Aquele, o qual achamos que podemos viver sem, mas que na verdade, bem lá dentro do nosso esconderijo secreto, daríamos muito ou quase tudo de nós para tê-lo todos os dias na nossa cama, dormindo abraçadinho, acordando com beijinho, fazendo amor sem dia e nem hora marcada. Aquelas mãos grandes, a voz grossa no nosso ouvido, o peito peludo, o abraço protetor… Admite, vai!!!

Que o impulso sexual masculino pode ser afetado pelo estilo de vida?

Ajude seu amor a dormir melhor, se estressar menos, não fumar, não ficar obeso. Estimule-o a fazer exercícios físicos e principalmente a não beber. Um complemento nutricional e a reposição de algumas vitaminas podem ajudá-lo a ter uma libido normal. Não cobre tanto, você também tem seus altos e baixos, você pode lucrar muito mais se no lugar de só apontar os problemas, ajudar a superá-los.

Que o tamanho do pênis o preocupa demais?

Se estiver com o homem que gosta e a sua intenção é viver bem e para sempre com ele, nunca critique ou faça comparações entre o pênis dele e o de outros homens, seja grande, pequeno ou normal. Se ele é o homem que você quer, então o seu pênis é o ideal para você, concorda? Caso contrário, é preferível trocar de parceiro, porque o pênis dele não vai mudar nunca de tamanho ou formato. Se quer vê-lo feliz, elogie-o, diga como é bonito e gostoso e o quanto te faz bem. Se o conjunto todo te agrada, mas este pequeno detalhe te incomoda um pouco, com muito cuidado, converse a respeito propondo maneiras, encontrando novas posições e alternativas para se completarem sexualmente. Mentira não vale!

Que ele não quer saber absolutamente nada das suas relações passadas?

Nem mesmo que o seu parceiro anterior era horrível na cama. Eles não suportam a ideia de nos imaginar na cama com outros homens. Sempre fomos e seremos só deles! Ah, esses meninos! Fique calada, evite assuntos desagradáveis e principalmente na hora do sexo. Se tiveram uma noite inesquecível ela será esquecida, se prometia ser tudo de bom, pode ter certeza, com suas conversinhas fora de hora você pode cortar o tesão dele. Às vezes, falamos demais e fora de hora, não é mesmo?

Que os homens maduros têm menopausa / andropausa?

Os níveis de testosterona vão diminuindo gradativamente após os vinte anos. Na meia idade eles apresentam sintomas como calores descomunais, cansaço, irritabilidade, baixa libido, insônia, dores nas articulações e mau humor. Devemos alertá-los para este fato e orientá-los a consultar um médico para verificar se é este o caso e amenizar os sintomas da andropausa assim como nós fazemos quando a nossa menopausa acontece.

Que 80% dos homens se masturbam regularmente?

Ser casado ou ter namorada ou estar sozinho quer dizer a mesma coisa quando o assunto é masturbação. Então, não se sinta traída ou coisa parecida se flagrar seu marido se masturbando. Reaja com naturalidade, aceite e jamais pense que você não o satisfaz. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Que tal fazer isto junto com ele? Que tal pedir a ele que faça isto para você ver? Novidade no sexo nunca é demais.

Que eles se assustam com mudanças radicais no seu visual?

Para grande parte dos homens, ver a mulher de repente vestida com uma fantasia erótica e fazendo um showzinho particular pode significar mudança de personalidade e isto o assusta sobremaneira. Vem daí a queixa de muitas mulheres: “Preparei a maior surpresa, me produzi toda, preparei o ambiente e ele não notou nada ou pior, perguntou: que coisa ridícula era aquela”. As ações utilizadas para apimentar uma relação cansada devem acontecer devagarzinho, as mudanças devem ser primeiro, no comportamento. Ser mais espontânea, verdadeira, feliz e segura de si, pode revelar uma sensualidade jamais vista antes. O beleza interior, a força e a autoconfiança, geram beleza exterior e esta fascina, encanta e seduz!

Que as drogas para ereção não funcionam se ele não sentir desejo?

Muitas mulheres ainda têm preconceito quanto ao parceiro usar remédios para ter uma boa qualidade de ereção. Acham que ele já não as deseja mais e “que absurdo ter que tomar isto ou aquilo para ficar comigo”?! Não é bem assim, se ele não a desejar, o remedinho não faz efeito. Ele tem que ter libido, ele tem que querer. Sendo assim, não perca mais tempo se sentindo rejeitada porque seu amor não consegue ter ereção ou se manter ereto. Ofereça a ele alguma alternativa, remédio, yoga, sexo tantrico, taoismo do amor, qualquer uma, mas participe, esteja junto dele nesta fase que não é fácil para o homem atravessar e sejam muito felizes!

Que ele realmente precisa daquele soninho depois do amor?

É, o homem despende muita energia ao ejacular. Os orientais indianos e chineses cada um na sua filosofia, tantrismo e taoismo, defendem o controle da ejaculação conforme o homem vai amadurecendo e afirmam que assim ele consegue ser um parceiro muito satisfatório sexualmente mantendo horas de ereção, consegue qualidade de vida e longevidade, porque não desperdiça o seu prana ou o seu c’hi (energia vital). Como uma menina inteligente que você é, que tal levar para casa, literaturas que ensinem estas práticas ao seu amor ao invés de ficar reclamando que ele te ignora depois do sexo e dorme. Além do mais, já pensou? Hoooras!

Saia na frente, fale menos e observe mais. Haja com sabedoria, evite os joguinhos que como você já sabe, sempre dão o pior resultado. Seja clara, converse e exponha seu ponto de vista, mas sempre com muito cuidado para não quebrar a sintonia, para não desandar a química de vocês dois.

Muito amor!

Jussara Hadadd

Artigo publicado no portal ACESSA.com em 12/06/2006
(clique aqui para ver o link)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *